Assessoria de imprensa e redes sociais

As carreiras da área de comunicação social foram fortemente impactadas pelas mudanças impostas pelas tecnologias nos últimos anos.

Vejamos o caso da assessoria de imprensa. Há alguns anos atrás, esperava-se do assessor de imprensa atividades como a produção esporádica de releases, o relacionamento com jornalistas de veículos de comunicação, a condução de coletivas de imprensa, etc. Nessa época, redes sociais eram vistas como uma ferramenta de diversão, utilizada especialmente entre os jovens. Mas, esse conceito foi mudando, e atualmente a maioria das empresas está presente das redes, utilizando seus recursos de forma a criar um canal de comunicação direto com seu público alvo.

O release e o bom relacionamento com a imprensa continuam sendo muito importantes, é verdade. Mas hoje, as atividades de um assessor de imprensa englobam a produção de conteúdo e o monitoramento das redes sociais. Na prática do mercado, as atividades de assessoria de imprensa e social media se fundem, e muitos jornalistas estão ocupando estes espaços. Afinal, somos especialistas em produzir conteúdo, correto? A forma nos comunicarmos mudou, e precisamos acompanhar esta nova realidade que nos desafia a estar presentes e bem posicionados nas mais variadas plataformas online. Afinal, nosso objetivo é divulgar nossos assessorados da melhor forma possível, e para isso, precisamos acompanhar o fluxo da sociedade. Isso significa que hoje fazer um post para o Instagram ou um vídeo para o YouTube são tão importantes quanto produzir um texto para um jornal ou produzir uma matéria para TV. A qualidade e os princípios éticos são inerentes a nossa atividade profissional, e devemos levá-los a todos os meios.